meninas-sentado-na-rua_1153-1962
Comportamento

Amigas… elas me ensinaram a pensar…

Amiga psiquiatra,

Amiga bióloga,

Amiga microfisioterapeuta,

Amiga mãe,

Amiga advogada,

Amiga funcionária pública,

Amiga nutricionista – alocada numa aldeia indígena

Amiga parteira  – alocada em Bangladesh pelo MSF

Amiga professora,

Amiga bailarina,

Amiga engenheira,

Amiga jornalista,

Amiga blogueira…

meninas-sentado-na-rua_1153-1962

Hoje percebi o quanto foi bom crescer num meio tão diverso, com personalidades tão diferentes…. minhas amigas tem cada uma a sua própria visão de mundo e, mesmo sendo em sua maioria, meninas que nasceram e cresceram em Roraima, por vezes vejo que a nossa cabeça sempre foi da cidade grande. A gente discute política, sociologia, direitos humanos e a nova coreografia da Beyoncé com o mesmo entusiasmo e conhecimento de causa.

Somos feministas, queremos viajar e ganhar o mundo… queremos viver intensamente e mudar a realidade que nos cerca. Somos absolutamente inconformadas!

Quando dizem que somos a média das pessoas que convivemos, não é exagero nem mentira de literatura… pare para pensar e veja como de fato acabamos absorvendo muito das pessoas com quem passamos a maior parte do tempo.

Adquirimos hábitos de fala, movimentos, aprendemos novas maneiras de cozinhar, de arrumar o closet, de reclamar e quando menos esperamos, somos uma cópia adaptada daquele amigo com quem passamos tanto tempo.

A pergunta que eu quero fazer é: O que, de fato, tem sido positivo nas amizades que você tem? O que você tem absorvido de BOM??

Olho para as minhas amigas, listadas de maneira oculta na lista que fiz acima e penso que com elas aprendi tanto sobre amor... TANTO! Até mesmo com aquelas chatas e reclamonas (sim, existem) porque acabo tendo que exercer o verdadeiro significado da palavra paciência hehehehe. Talvez não sejam as que passam mais tempo físico comigo, mas certamente me ensinam muito.

Olho para essas mulheres incríveis e vejo que sem elas eu não saberia nada sobre vegetarianismo, consumo consciente, ambientalismo, reiki, religiões variadas, maternidade, Hollywood e Rihana… Essas mulheres fazem minha cabeça ponderar, pensar, refletir e avaliar se minha posição sobre o fim do mundo faz sentido, se Obama é mesmo maravilhoso e se Chiquititas foi a melhor novela infantil já exibida na TV brasileira.

Essas meninas viveram comigo os melhores anos da minha vida, dividiram muuuuitas lágrimas de alegria, de saudade, de paixões não correspondidas. Elas me mostraram que SP tem coração, que existe amor no caos do asfalto paulistano, que 25 de março é loucura, São Bernardo é Londres e Itaim é o lugar pra ver boy magia.

Minhas amigas são mesmo um patrimônio e quando penso que sou parte delas, fico feliz! Elas me ensinam a ser uma pessoa melhor a cada dia… estou satisfeita com quem passo meu tempo e espero que a recíproca seja verdadeira, que eu esteja levando algo de bom para a vida delas.

Você quer começar 2017 de uma maneira diferente? Então pare e avalie DE VERDADE quem está ao seu lado…. talvez esse seja o primeiro passo para um ano, e até uma vida, diferentes.

“O que não te desafia, não te transforma”

3 Comentários

  1. Bela e interessante perspectiva Carol. Apesar de não existir a função “microfisioterapeuta”, eu entendi minha denominação, rs (pode me chamar de terapeuta holística também). Gratidão pelas palavras de carinho e por se encaixar no lugar da amiga blogueira famosa, me orgulho de você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>